terça-feira , 19 junho 2018
Home / Colunas/Artigos/Esportes / Dra. Suzane Cabral: “Cuidar da saúde também é coisa de homem”

Dra. Suzane Cabral: “Cuidar da saúde também é coisa de homem”

*Por Suzane Cabral

O mês mudou, a cor também, mas a luta contra o câncer continua. Diferentemente das mulheres, que já agregaram à vida a prevenção e o autocuidado, em geral os homens vão ao médico apenas quando não se sentem bem. Não é novidade que a população feminina procura com mais frequência (e brevidade) os serviços de saúde. Os homens procuram menos o cuidado médico, seja visando a prevenção ou a detecção precoce de alguns agravos. Em prol da valorização da vida, lança-se a campanha do Novembro Azul, um mês voltado ao cuidado à saúde do homem e, de maneira mais específica, ao combate ao câncer de próstata.

De acordo com dados publicados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram estimados 61.200 novos casos desta doença em 2016/2017 em nosso país. A neoplasia prostática ocupa o segundo lugar no tipo de câncer mais comum entre os homens (a primeira posição é ocupada por alguns tumores de pele). Infelizmente, sabe-se que ainda 25% dos indivíduos diagnosticados pela doença morrem em decorrência dela. Isto se deve à sua detecção tardia em grande parte dos casos, o que acaba dificultando o tratamento e reduzindo as chances de cura.

Sendo um órgão exclusivamente masculino, a próstata é uma glândula de aproximadamente 20 gramas, localizada próxima à bexiga, que tem o formato semelhante ao de uma castanha. Tratando-se de câncer de próstata, a espera pelo surgimento de sintomas para se procurar por uma avaliação de saúde pode ser perigosa: em estágio inicial (quando as chances de cura beiram 90%) a doença não apresenta qualquer sintoma. Mais tarde, podem aparecer alguns sinais, principalmente relacionados ao hábito urinário.

Entre os fatores de risco para o desenvolvimento desta neoplasia estão os antecedentes familiares (dobrado para o caso de uma ocorrência e cinco vezes maior, quando há duas ocorrências dentro da mesma família), sedentarismo, obesidade, dieta rica em gorduras e pobre em fibras.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que homens a partir de 50 anos procurem um profissional médico habilitado, para uma avaliação individualizada. Os da raça negra ou com parentes de primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos. A maneira como será feito este acompanhamento dependerá das características de cada um, geralmente sento feito através de exame laboratorial (dosagem de PSA) associado ao toque retal.

Neste mês, o Brasil se veste de azul para alertar sobre a saúde do homem e nosso município adere à causa. O objetivo é promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao médico. A campanha do Novembro Azul visa, acima de tudo, orientar sobre o câncer de próstata e alertar o homem sobre a importância de cuidar de sua saúde, pois algumas lutas podem ser vencidas antes mesmo de serem iniciadas.

*Suzane Cabral é  Médica da  Unidade de Saúde 1, em  Tucunduvadra suzane

 

Comentários

comments

Veja Também

17 - hospital tucunduva

Vereador Valter Anderle anuncia emenda de R$ 150 mil para o Hospital de Tucunduva

O Vereador Valter Anderle, do PSB, anunciou esta semana a liberação de uma emenda parlamentar ...