segunda-feira , 18 março 2019
Home / Destaque / Estratégias de Saúde da Família de Tucunduva implementa programa para combater tabagismo

Estratégias de Saúde da Família de Tucunduva implementa programa para combater tabagismo

A gestão e a governança do controle do tabagismo no Brasil vêm sendo articuladas pelo Ministério da Saúde por meio do INCA, o que inclui um conjunto de ações nacionais que compõem o Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT). Uma das estratégias essenciais tem sido a formação de rede de parcerias com representações das secretarias estaduais e municipais de Saúde e de Educação, que junto com o INCA/Ministério da Saúde desenvolvem atividades de coordenação/gerência operacional e técnica do Programa.
O tabagismo, causado pela dependência física à nicotina, é fator de risco para aproximadamente 50 doenças diferentes. O tabagismo ativo ou passivo agride as células endoteliais prejudicando seu funcionamento normal. A nicotina substância encontrada nos derivados de tabaco agem no aumento da contração dos vasos sanguíneos, acelerando a frequência cardíaca, aumento da pressão arterial, que podem leva rà isquemia e ao IAM (infarto agudo do miocárdio). Já o monóxido de carbono produzido através da queima do cigarro, causa diminuição da oferta de oxigênio ao coração, levando também à isquemia, privando alguns órgãos e membros do oxigênio, causando deficiência na oxigenação dos tecidos, podendo assim ocasionar doenças como a aterosclerose. Assim a junção da nicotina com o monóxido de carbono pode provocar diversas doenças cardiovasculares, além de outras, relacionadas à cânceres nos mais diversos órgãos, como também o câncer de boca.
Em 2018, o primeiro grupo teve início no dia 06/04, na ESF I, coordenada pela equipe multidisciplinar da Atenção Básica. O programa consiste, inicialmente em uma avaliação individual e em 4 sessões estruturadas, com abordagem cognitivo-comportamental. O programa também oferece medicação mediante avaliação médica, avaliação e atendimento com dentista, consultas médicas agendadas e apoio da equipe de atendimento para acompanhamento do paciente durante todo o tratamento até completar 1 ano da cessação.
As pessoas que desejam parar de fumar e interessadas no programa, devem comparecer nas Unidades de Saúde e deixar um contato e até mesmo procurar a sua Agente Comunitária de Saúde. Um próximo grupo está previsto para início de Setembro.

Texto: Priscila Tahani Michelsen Zartantitabagismo

 

Comentários

comments

Veja Também

2d19a02a-4db5-4021-8905-22534ff2fadd

Em evento no Paraná, Pino dos Atuais recebe título de Cônsul Itinerante do Grêmio

Um evento realizado na noite desta quinta, 14, em Francisco Beltrão, cidade do interior do ...