quinta-feira , 20 junho 2019
Home / Agricultura / Pequeno produtor de Tuparendi está ganhando dinheiro com melancia

Pequeno produtor de Tuparendi está ganhando dinheiro com melancia

Antoninho Smanioto possui vinte hectares de terra na localidade de Lajeado Minas. É considerado pequeno produtor rural. Indagado sobre o fato de migrar para a cidade, respondeu:— Nasci, me criei e vivo até hoje aqui, no interior. Este é o meu mundo. Não penso em mudar para a cidade. Aqui sempre tem muito serviço, mas quem não gosta de trabalhar não pode ser agricultor. Aqui temos trabalho sempre, todos os dias, as mais diversas tarefas. Levantamos pela madrugada e muitas vezes só paramos quando a noite está avançada. Mas nosso esforço é compensado pela liberdade de tomar chimarrão na área, dormir com janelas abertas, sair à noite tranquilamente para visitar nossos vizinhos. O silêncio por aqui só é quebrado pelo canto dos passarinhos.

A propriedade é bem diversificada. A família planta milho, soja, pastagens e tem ainda uma área considerável de mato nativo, que é preservado. Pensando numa complementação da renda familiar iniciou o plantio de melancia, em uma área de meio hectare, há seis anos. O resultado foi satisfatório. Utilizando mão de obra familiar e eventual ajuda dos vizinhos no plantio ou na colheita, o agricultor foi aumentando a área gradativamente e hoje está cultivando dois hectares. Falou que com isso está alcançando maior segurança financeira para a propriedade. A lavoura aumentou a renda familiar.

Antoninho a8ab97529-286c-4320-abec-f6266f14085edquiriu muito conhecimento sobre a cultura e nos falou que a melancia, originária da África, tem preferência por uma temperatura média entre vinte e vinte e cinco graus. Chuvas intensas e temperaturas baixas prejudicam a cultura. O sistema utilizado é o de transplante de mudas. A semeadura é feita em estufas, na última quinzena de Julho ou início de Agosto e, após uns 45 dias vai á campo. Ou seja, o plantio definitivo foi realizado na metade do mês de Setembro e no início de Dezembro já havia frutos maduros. O espaçamento utilizado é, dependendo da variedade,  de 2,5m por 2,5m.

O Rio Grande do Sul é o maior produtor de melancia do Brasil. Produzimos cerca de 30% da safra nacional. Em nosso Estado alguns municípios se destacam na produção, como Montenegro, Cacequi, Jaguari, São Francisco de Assis, São Vicente do Sul e outros. O Estado de Tocantins, bem como o de Goiás, estão aumentando sua participação na safra nacional.

A comercialização da safra de melancia do produtor de Lageado Minas é feita à beira da Rodovia RS 305, próxima de sua propriedade. Além disso, muitos consumidores preferem comprar o produto direto na propriedade. O faturamento líquido, segundo o agricultor, está em torno de R$ 25.000,00 por hectare. Mais um bom motivo para permanecer no campo, disse Antoninho.

Clóvis Medeiros

 

 

Comentários

comments

Veja Também

plano diretor

Avançam trabalhos visando elaboração do Plano Diretor Participativo em Porto Mauá

Continuam os trabalhos visando a elaboração do Plano Diretor Participativo em Porto Mauá.  Em junho ...