terça-feira , 19 junho 2018
Home / Destaque / Serviço de fornecimento de energia causa revolta em Tucunduva

Serviço de fornecimento de energia causa revolta em Tucunduva

Não é de hoje que a população de Tucunduva  anda descontente com o serviço de fornecimento de energia oferecido pela RGE.  As constantes interrupções no fornecimento,  quedas de luz, demora no atendimento, dificuldades na comunicação, são alguns dos problemas relatados pela população, e quando as deficiências são escancaradas em redes sociais é o estopim para que a comunidade se pronuncie com maior veemência.

Esta semana o Vereador Jonas Fernando Hauschild, postou em sua página do Facebook  fotos de um poste com uma perigosa inclinação, e também de cabos condutores de telefonia que há dias permanecem no chão, ambos na principal via  de Tucunduva, a Av. Dr. Osvaldo Teixeira.  Convém explicar que estes cabos são de competência da empresa de telefonia fixa “Oi”,  e não da RGE.

O post do Verposte 1eador cobrando investimentos da concessionária de energia, rendeu vários comentários, inclusive de empresários que relatam constantes prejuízos devido a deficiências  do fornecimento de energia.  É o caso de Marcio Stein. Ele é  proprietário de um estúdio de gravação, e relata as dificuldades que tem enfrentado:  “Apenas para fazer um adendo.. se preocupar com o poste é  algo relevante, mas  chega a ser pequeno diante da qualidade da energia que pagamos. É vergonhoso, o neutro é  insuficiente, a tensão é abaixo da média e a quantidade de microquedas é  ridícula. Ai  você  tem problemas em seus eletrodomésticos, equipamentos e luzes… paga uns 10% a mais da conta porque  os transformadores estão sendo mal alimentados e tá tudo ok! A RGE tem comprado todas as concessões estaduais e literalmente abandonado o sistema à própria sorte. Tucunduva já  vive um caos elétrico ridículo que não tem mais solução, mas a população não percebe isso porque  só sente “problemas” com eletricidade quando a mesma falta… Mas me respondam? Quantas luzes de Led que deveriam durar anos já queimaram em sua casa misteriosamente antes do previsto? Quantas vezes uma TV de Led ou plasma apresentaram mau funcionamento da tela ou do amplificador de som sem explicação? E essa variação de preço em relação ao KW/h que vivemos entre as estações???? É  simples.. são provenientes de um descontrole patético de Entrega de Tensão na sua casa meu amigo… Estamos sendo roubados  e fetos de trouxas  pela companhia cujo diretor regional ainda tem a cara de pau de tirar férias em pleno início do ano, quando o calor do Verão amplifica todos estes problemas..cabos 1. O  que  o município poderia fazer ao meu ver é contratar um Engenheiro  especializado, levantar um relatório é cobrar legalmente por todos estes prejuízos q vem se acumulando na vida do otário q paga por essa luz absurdamente cara e de qualidade equivalente à M…! “, desabafou o empresário

O Diretor da Rádio Olinda FM de Tucunduva, Humberto Batshcke,  também foi duro e incisivo com relação aos prejuízos e transtorno sofridos devido ao serviço de fornecimento de energia: “A Olinda Fm tem perdas e danos a 17 anos com a energia de má qualidade no município. Precisamos de força política para representar o município de forma oficial junto a ANEEL, Talvez é um caminho que pode dar resultado”, indicou Humberto. Ele postou fotos de um estabilizador que comprova a oscilação da entrada de energia, que em uma rádio deveria ser constante.

RGE quer reunião com autoridades e diz que irá se manifestar

Na tarde da última quarta-feira, 8, os Vereadores Jonas Fernando e Clemente De Carli estiveram no escritório regional da RGE em Santa Rosa.  Eles foram recebidos pelo funcionário da concessionária Rudinei Gerardon.   Segundo informou Jonas,  a RGE estaria disposta a participar de uma reunião, mas apenas com lideranças locais, e que irá concederjonas 1 uma entrevista para a imprensa a fim de esclarecer os problemas.  “Se  cada um fazer a sua parte (talvez) teremos êxito, porém todas as autoridades devem trabalhar e cobrar juntos, neste caso não podemos apenas “passar a mão na cabeça” e sim lutar pelo nossos cidadãos”, destacou Jonas.

Comentários

comments

Veja Também

935625_358134980975642_546222602_n

Do Fundo do Baú: O campinho da Dona Neli em Tucunduva nos anos 70

Em um tempo onde não havia nenhum tipo de passatempo eletrônico como vídeo games, internet  ...