fbpx
Home / Destaque / Agricultores contrários a proposta da Dinon de pagamento em 10 anos fazem contraproposta a empresa

Agricultores contrários a proposta da Dinon de pagamento em 10 anos fazem contraproposta a empresa

A Dinon Cereais, anunciou ao mercado, em 15-06-2020, medidas de reestruturação que seriam adotadas, entre elas a suspensão por dois meses, dos pagamentos dos compromissos firmados.

Passou então a compartilhar com os credores, nesse Plano de Recuperação Extrajudicial, uma proposta de pagamento aos agricultores. Nesse plano, o agricultor receberia o crédito que tem com a Dinon Cereais, em 10 anos, podendo diminuir esse prazo de recebimento, a contar o volume de produto que passasse a entregar na empresa. Para que esta proposta seja aceita, dentro do Plano de Recuperação Extrajudicial, a empresa precisa ter a aprovação dos agricultores no percentual de 60% do volume depositado, na Dinon Cereais.

Mas por conta da força de um grupo de agricultores da região, que se mobilizou, é contrário a esta proposta e conta com o apoio de vários Sindicatos da região, a empresa não está conseguindo atingir o volume necessário, para validar o Plano de Recuperação Extrajudicial.

Na manhã desta terça, 28, este grupo de credores, juntamente com representantes sindicais de Tuparendi, Porto Mauá, Horizontina, Doutor Maurício Cardoso, Tucunduva, Novo Machado, Santa Rosa e Santo Cristo estiveram reunidos com um dos sócios, Carlos Alberto Dinon, bem como com os advogados da Albarello&Schmitz, Roberto Reis e Douglas Moraes que assessoram a Dinon Cereais, nesse Plano de Recuperação Extrajudicial.

Nesta reunião, o grupo de advogados que representa os interesses desses agricultores que não aceitam esta proposta de pagamento parcelada em 10 anos e que também são credores da Dinon Cereais, Olavo Pawlak, Ronize Damassini, Fernando Dill e Alvírio Fitz, apresentaram uma contraproposta, com o objetivo de ver consolidado os interesses dos agricultores que são credores, alguns que entregaram toda a safra na empresa e hoje passam por dificuldades financeiras, até para sua subsistência.

A empresa Dinon Cereais, se comprometeu em analisar esta contra proposta apresentada e dar retorno ao grupo até a próxima sexta-feira, 31 de Julho. Com a proposta apresentada, o grupo busca conciliar os interesses dos agricultores, bem como contribuir com a empresa, ajudando-a a se reconstruir. Pois não há continuidade do negócio Dinon Cereais, sem o crédito e a confiança.

Até lá, a orientação dos advogados é para que os agricultores não assinem o plano.

Comentários

comments

Veja Também

Concluída pavimentação com asfalto na Dante Varaschin

A Administração Municipal de Tucunduva concluiu as obras de pavimentação com asfalto na  Rua Dante ...