fbpx
Home / Agricultura / Geada causou prejuízos nas lavouras de Tucunduva e Novo Machado

Geada causou prejuízos nas lavouras de Tucunduva e Novo Machado

Se o frio intenso, com ocorrência de neve em algumas regiões do Estado, trouxe alegria para uns, por outro lado causou muitos prejuízos para os produtores rurais.  A região registrou pelo menos duas fortes geadas nos últimos dias 20 e 21 de agosto,  fato que deverá originar sérios prejuízos para as lavouras de trigo, milho e fumo nos municípios de Tucunduva, Novo Machado e em toda a região Noroeste. 

Eng. Agrônomo Jonas da Silveira

De acordo com o Engenheiro Agrônomo da Emater de Tucunduva, Jonas da Silveira,  ainda não existe um cálculo da extensão do prejuízo, mas  afirma que a geada intensa que ocorreu irá incidir em uma queda na produção  de culturas como o trigo. Jonas explica que as lavouras de trigo de Tucunduva estão  na fase de  espigamento, período em que a planta fica muito sensível  a temperaturas extremamente baixas e formação de geadas, ao contrário de quando está na fase de desenvolvimento vegetativo quando o frio é sempre bem  vindo nas lavouras de trigo. “Nesta fase que chamamos de reprodutiva a ocorrência de geada não é bem vinda, pois é uma fase que a planta é muito sensível.  É certo que irão ocorrer prejuízos nas lavouras mas ainda é cedo para termos um cálculo da extensão das perdas”, explica Jonas. 

Um vídeo produzido por Luis Alessandro Raiter, em uma plantação  de trigo no interior de Novo Machado dá a exata dimensão dos efeitos da geada nas lavouras no atual estágio. Os cachos em formação se soltam com facilidade da planta devido a ação do  frio extremo.

Nas lavouras de milho o prejuízo pode não ter sido tão grande assim, principalmente nas lavouras plantadas há aproximadamente 30 dias,  com plantas em estágio de 3 ou 4 folhas.  Registros dão conta de que lavouras com estas características foram dizimadas na região, com as folhas completamente queimadas. No entanto  as  lavouras com plantas nesse estágio não poderão não ter  prejuízos, pois a planta deverá  brotar  novamente em alguns dias.  Já as lavouras em estágio mais avançado, cujas plantas possuem  cinco folhas ou mais,  poderão ter prejuízos dependendo da intensidade da geada que as atingiu.

Eng. Agrônomo Neimar Freddy

A geada também atingiu as lavouras de fumo da região. Segundo o Engenheiro  Agrônomo da Emater de Novo Machado,  alguns produtores do município já relataram prejuízos devido às baixas temperaturas, mas  ainda não existe um levantamento que possa apontar a extensão dos prejuízos. Neimar  explicou que o fumo em Novo Machado e região,  encontra-se em fase inicial de crescimento,   com poucas  folhas, e ainda não se sabe se haverá a necessidade de um replantio das lavouras ocupadas com esta cultura. 

Comentários

comments

Veja Também

Novo Machado começa a receber equipamentos agrícolas que irão beneficiar produtores rurais

Chegou na semana passada a primeira leva de equipamentos agrícolas adquiridos pelo município de Novo ...