13.33°C Tuparendi

Câmara de Vereadores realizou o 1º Seminário da Procuradoria da Mulher de Tuparendi

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
camara-de-vereadores-realizou-o-1o-seminario-da-procuradoria-da-mulher-de-tuparendi

A Câmara de Vereadores de Tuparendi realizou na noite desta terça, 26, o  primeiro evento oficial realizado pela Procuradoria da Mulher, criado este ano através de iniciativa da Vereadora e Presidente da Mesa Diretora, Daiane Tibulo.  O 1º Seminário da Procuradoria da Mulher foi realizado no plenário da Câmara e transmitido ao vivo pela internet para tratar de temas inerentes a mulher como feminicídio, consciência e empoderamento feminino.

O Prefeito Leonel Petry se manifestou logo no início do evento,  e classificou “como um momento único na história pela luta dos direitos da mulher em Tuparendi”.

A Presidente da Mesa Diretora e idealizadora do Projeto, Daiane Tibulo atuou como mediadora dos debates durante o Seminário. Em seu pronunciamento Daiane enfatizou que “viver sem violência é um direito e que a mulher que vive uma situação de violência precisa saber que ela não está sozinha”, justificando a criação da Procuradoria da Mulher. Enfatizou ainda  a necessidade de que as mulheres tenham a coragem de denunciar qualquer tipo de abuso.

Participaram dos debates a Professora Rosângela Angelin, a Major da PM Vanessa Peripoli ,  Defensor Público da Comarca de Santa Rosa, Tarcísio Scherer Perlin e a advogada  Michele Noronha Teske.

Professora de Direito, a tucunduvense Rosângela Angelin  abriu os painéis e falou da sua alegria em ter sido professora da Presidente da Câmara Daiane Tibulo.  Rosângela anunciou que sua fala seria pautada na sua experiência e vivência com mulheres negras e agricultoras, e elogiou a criação da Procuradoria da Mulher,  tratando como um “fato histórico”.

A Major Vanessa abordou o atendimento a Patrulha Maria da Penha,  e falou da sua experiência  prática em casos que envolvem a violência doméstica. Citou a crescente demanda de intervenções da Polícia “em casos onde nós não deveríamos estar intervindo que é na família”, disse a Major. Ela fez uma interessante explanação sobre o que chamou de “Circulo da Violência”, narrando como geralmente se dá a violência doméstica.

Logo após a fala da Major Vanessa, a Presidente Daiane falou que a violência doméstica pode estar acontecendo mais perto do que imaginamos.  A Vereadora leu uma mensagem de uma vítima de feminicídio em Tuparendi,  que sobreviveu após levar 12 facadas de um homem.  Na mensagem a mulher disse que “o silencio é o maior aliado do agressor”. Presente na plateia a vítima  Karine Tibulo Felauer  fez questão de se identificar e foi demoradamente aplaudida pelo público presente.

O Defensor Público Tarcísio Perlin, falou sobre a atuação da Defensoria Pública em Santa Rosa no amparo de mulheres vítimas de violência doméstica e que necessitam de amparo jurídico. Tarcísio explicou que a Defensoria atua na defesa dos necessitados,  não apenas no aspecto econômico, mas também para grupos sociais vulneráveis, entre eles as vítimas de violência doméstica. Por ele passam todos os casos de violência de gênero de Santa Rosa e também de Tuparendi. Os desdobramentos destes casos foram abordados por Tarcísio Perlin em sua fala.

A última manifestação da noite foi da advogada e influenciadora digital, Micheli Teske.  Ela deu um show de empatia e interação com a plateia, abordando  um tema bastante em voga que é o “Empoderamento Feminino”.  Muito desenvolta e cheia de carisma, Micheli tratou as mulheres de “Manas”, um termo que costuma utilizar nas redes sociais, onde possui milhares de seguidores.  “Empoderamento feminino é posicionamento, é segurança, é acolhimento da sua história, aumentar sua autoestima  e olhar pra você mesma um pouquinho”, disse Micheli durante sua fala. Abordou também uma teoria interessante e pertinente sobre a violência  dos homens contra as mulheres.  Na ótica da painelista, os homens não estão sabendo lidar com o crescimento das mulheres nos mais diversos setores e acabam partindo para a violência. “Alguns homens infelizmente não evoluíram  intelectualmente  e não sabem mais lidar com esta mulher moderna, que busca a sua independência”.

A Presidente Daiane Tibulo disse estar muito satisfeita com repercussão do evento,  tendo recebido várias manifestações parabenizando-a pela iniciativa, inclusive dos profissionais que participaram dos debates.

Fotos de Dinara Trantim

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

últimas notícias

veja também

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Shopping Basket