fbpx
Home / Destaque / Os detalhes do crime que chocou Novo Machado e região

Os detalhes do crime que chocou Novo Machado e região

No início da tarde desta sexta, 29, já começavam a circular em grupos de whatsapp  informações  de que um homem natural de Novo Machado, que havia se suicidado na noite anterior em Santa Rosa, poderia  ter assassinado a companheira e enterrado o corpo em uma propriedade próxima ao  Rio Uruguai, na localidade de Lajeado Saltinho.  Pessoas da comunidade teriam visto os policiais no local  e obtiveram a informação.  Um pouco mais tarde novos áudios sem autoria confirmada, mas que também seriam de pessoas de Saltinho,  passaram a dar detalhes sobre um crime macabro e com requintes de crueldade.  As informações, no entanto, ainda careciam de confirmação, mas aos poucos parte do que circulava em grupos de whats acabaram se confirmando pela polícia.

Tudo começou quando a Brigada Militar atendeu ocorrência de possível suicídio de um homem no bairro Cruzeiro, em Santa Rosa.  Um rapaz de iniciais J.S, de 28 se matou no banheiro da casa onde morava com um tiro na cabeça.  Causou estranheza a familiares e a polícia  o fato da companheira do rapaz  que havia morrido não comparecer ao velório,  e seu desaparecimento gerou a desconfiança de que algo ainda mais grave poderia ter acontecido.  Eliziane Beatriz Bastos, 25 anos,  natural do município de Porto Mauá,  já não era vista desde quarta-feira, 26.  A polícia passou a investigar, e descobriu que o rapaz que havia se suicidado  tinha estado na quinta-feira, 27, em uma propriedade de veraneio próximo ao Rio Uruguai, em Saltinho.  Lá o rapaz teria inclusive conversado com vizinhos,  e teria pedido emprestado dois sacos grandes que seriam utilizados para levar terra do mato para cidade, a fim de usar como adubo para as plantas.  Policiais teriam inicialmente feito buscas no interior da residência onde nada foi encontrado, mas  ao investigarem nos arredores da casa perceberam que a terra havia sido revolvida próximo a um  pé de laranja, onde teriam encontrado  partes do corpo da jovem que estava desaparecida.  A suspeita é que a moça tenha sido morta em outro local e seu corpo transportado até Novo Machado pelo assassino.

O rapaz que se suicidou é tratado como o principal suspeito do crime, que teve requintes de crueldade.  O corpo encontrado estava esquartejado, e a polícia localizou na casa do casal,  uma mala com vestígios de sangue, e carne congelada. Existe a suspeita de que esta carne possa ser de  partes do corpo esquartejado da moça de 25 anos.  Informações dão conta de que o suspeito trabalhava como açougueiro em supermercado de Santa Rosa.  De acordo com informações repassadas ao Jornal Noroeste de Santa Rosa pelo Delegado Marcelo Lech,  a mala e a carne encontrada na casa foram enviados para o IML de Ijui para análise.

A polícia investiga as circunstâncias e motivação que levaram ao crime e posterior suicídio.

Comentários

comments

Veja Também

Grupo Tom Brasil lança nova música

Mesmo em tempos de pandemia,  onde os profissionais da música não estão podendo exercer a ...