fbpx
Home / Destaque / Professor alerta para parasitas em pés de Ipê em Tucunduva

Professor alerta para parasitas em pés de Ipê em Tucunduva

O professor aposentado e ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tucunduva, Alcides João Bavaresco,  fez um alerta no Facebook, sobre uma planta parasita que se hospeda em pés de Ipê, danificando a planta até causar a sua morte. 

Alcides J. Bavaresco

 Bavaresco, que é pós-graduado em história e filosofia, mas  se interessa por questões ambientais,  explica que possui uma propriedade na localidade de Esquina Cavalheiro, interior de Tucunduva  e que há 30 anos atrás plantou uma grande quantidade de pés de Ipê no acesso a sua chácara.  “Ficou muito bonito, era tão florido que as pessoas vinham visitar para tirar fotografias do local”, comenta o ex-professor.  Ele conta que esta planta parasita identificada por ele como  “erva-de-passarinho”,  se instalaram nos Ipês de sua propriedade danificando e matando a planta. “Uma pena, porque inicialmente os Ipês pararam de dar flores, e agora há cada ano morre um ou dois pés”, explica Bavaresco.

 Ele afirma que identificou em vários pés de Ipê de Tucunduva o mesmo problema, e então resolveu fazer um alerta para buscar uma solução para o problema. “Eu observei que a maioria dos Ipês da cidade estão com este problema, tanto na Praça da República quanto em outros locais, e se não for tomada alguma providência em poucos anos não veremos mais a beleza dos Ipês na nossa cidade”, disse Alcídes Bavaresco. Ele postou em sua página do Facebook, um pé de Ipê plantado próximo ao Hospital Dr. Osvaldo Teixeira,  com vários focos de erva-de-passarinho, que também se hospedam e danificam outros tipos de árvores.

Oue é a  Erva-de-passarinho

Struthanthus flexicaulis, popularmente conhecida como erva de passarinho, pois estes são os responsáveis principais pela proliferação da erva. Essa planta tem o Brasil como o país nativo. Da família das Loranthaceae também leva denominações como enxerto de passarinho, passarinheiro e visgo. A erva de passarinho é tida como uma praga na natureza. De características parasíticas e dominantes sobre outras espécies de plantas e árvores, a erva de passarinho se aloja no tronco sugando todos os nutrientes e seiva da planta e pode inclusive, levar o seu hospedeiro à morte por falta de nutrientes caso não seja combatida em tempo. A erva de passarinho cresce facilmente e tem aspecto de raiz sobre os troncos. Quando cresce pelo chão, é considerado um visgo forte, difícil de ser retirado. Os ramos da erva se espalham por onde passa e houver um local para se alojar. Por ser tão forte, é usada como base para ninhos de algumas espécies de aves de porte pequeno como pássaros e também alguns insetos. Planta rica em clorofila, a erva é ideal para fazer fotossíntese, mas para tal, ainda necessita de uma planta que forneça os nutrientes. Algumas religiões usam a erva de passarinho como talismã para proteção

Comentários

comments

Veja Também

ACi de Tuparendi e ACISAT de Tucunduva são parceiras em palestra com Eduardo Tevah

Uma parceria do SEBRAE Noroeste  com associações comerciais da região, entre elas a ACI de ...