fbpx
Home / Destaque / Vândalos jogam fora produção de leite em propriedade no interior de Tucunduva

Vândalos jogam fora produção de leite em propriedade no interior de Tucunduva

A família do produtor rural João Tibola, de Lajeado Bordado,  teve uma desagradável surpresa no início da manhã deste sábado. Ao começar as lides na propriedade logo cedo, por volta das 6 horas da manhã,  o Sr. João  constatou que todo leite que havia sido produzido no dia anterior  e que estava acondicionado em um conservador para ser levado pelos leiteiros havia sido jogado fora.  Foram jogados fora em torno de  350 litros de leite, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 700,00 para a família.  O fato causou indignação ao Seu João,  aos filhos Cassiano e Fernando e a toda família cujo sustento vem da propriedade.  A família descarta que a ação possa ter sido causada por algum tipo de animal, e tratam como um ato de vandalismo. “A válvula tem que ser apertada com a mão e aí ser girada. Não tem como ter sido feito por um animal”, explica a família.  O local onde está o resfriador fica a aproximadamente 500 metros da estrada principal, oque quer dizer que a pessoa que teria jogado o leite fora teve que invadir a propriedade para executar a ação.  Esta não é a primeira vez que ocorre este tipo de vandalismo em Lajeado Bordado,  uma outra família da mesma localidade já teria passado por situação semelhante alguns meses atrás.

Seu João Tibola com os filhos no local onde for derramado o leite

Dilene Tibola, esposa de Fernando,  tornou pública a situação, ao postar um texto no Facebook lamentando a ação dos vândalos. “Hoje pelo horário de 6:15 da manhã tivemos uma triste surpresa. Ao chegar pra ordenha encontramos o tanque de leite aberto e sem leite dentro, não porque  o leiteiro levou e sim por “arte” mesmo. Foram em torno de 350 litros de leite jogados fora, resultado de um dia de trabalho .Um prejuízo de R$ 700,00 que  é fruto de trabalho pra sustentar duas famílias. Para chegar a produzir essa quantidade  de leite , nós acordamos cedo faça chuva , sol , frio ou calor temos a ordenha de manhã pra fazer, tratar os animais , soltar na pastagem , arrumar piquetes, tirar silagem, limpar estábulo e outras coisas mais e novamente a ordenha da tarde e fazer novamente a limpeza. A pessoa que fez isso conosco, não sabe o que  custa pra produzir,  então acha que  fazer esse tipo de brincadeira é bonito. Mas não é não. Há quem possa me perguntar: Gatos ou cachorros podem ter passado e se enroscado e ter aberto a válvula de saída do leite? Já respondo que não. Pra isso precisa ter mãos, porque a válvula não é tão fácil de abrir”, desabafou Dilene em nome da família Tibola.

Ela disse que resolveu tornar público a situação para que outros produtores fiquem alertas e não passem pela mesma situação. Dilene disse que a família analisa a possibilidade de instalar câmeras de segurança na propriedade.  

Comentários

comments

Veja Também

Academia ao Ar Livre está liberada para uso em Vila Pratos

Os moradores do Distrito de Vila Pratos, já podem usufruir da nova “Academia Vida Ativa” ...