18.6°C Tuparendi

Zezinho se reúne com a Gerencia da Alibem e da Maxbem e intercede por Suinocultores e Apicultores

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
zé 2

Em Santa Rosa, o Vice-Prefeito Zezinho e o Diretor de Assistência Social, Jaime R. Porto, estiveram reunidos com o Gerente de Fomento, Daniel J. Schneider e o  Diretor de Agropecuária da Alibem,  Fabrício Ruschel.

Segundo explicou Zeziniho, a intenção é buscar  junto a Alibem, apoio a Suinocultura de Novo Machado. “Na reunião foi colocado em pauta a reativação de algumas unidades de suínos que foram desativadas em algumas propriedades, além do mais, levou-se demandas para que os produtores possam poder ampliar a suas pocilgas e criar novas em nosso município”, destacou o Vice-prefeito Zezinho.

Para o Diretor de Assistência Social, Jaime R. Porto, a área da Assistência deve estar envolvida no que beneficia as famílias principalmente da Zona Rural, mantendo  homens, mulheres e jovens no campo, além do mais tudo que produzir no município gera renda de ICMS e também empregos.

Na  Maxbem, eles foram recebidos pelo Sr. Juscelino Gonçalves, Membro do Conselho e pelo Samuel Gonçalves, Gerente Geral da Empresa. Ao buscar apoio para a apicultura  em Novo Machado, Zezinho e Jaime foram informados que a Maxbem está investindo mais de R$ 30 milhões aplicados em uma área total de 8,1 hectares localizada na ERS-344, próximo à comunidade de São José do Mauá, às margens da rodovia. O maior recurso será investido na edificação de 4.395m² numa área útil de 12.100 m².

Com a Licença Prévia aprovada pela Fepam, a previsão é de que a indústria comece a operar em outubro de 2023, com processamento inicial de mil toneladas de mel por ano. A expectativa é de que em quatro anos a empresa atinja a capacidade plena de produção de 5,2 mil toneladas por ano.

O Vice-prefeito afirma querer resgatar essa cultura da produção de mel, para Novo Machado, por isso o município busca novas alternativas que possam gerar renda as nossas famílias, que além de produzir grãos, tem diversas áreas de terras na municipalidade que podem vir a ser exploradas e cultivadas diferentes culturas.

“A expansão da suinocultura, apicultura, piscicultura, bacia leiteira está nos Projetos de Produção no Município, a busca por alternativas aos pequenos e médios produtores será constante pela nossa administração, a gente sabe que a vida na cidade não está fácil para ninguém, sabemos que muita gente sonha em retornar para o campo ou ter alternativas aqui é o que precisamos propiciar”, afirma Zezinho.

“A suinocultura é um dos ramos mais lucrativos da pecuária. A carne suína é, hoje, a mais consumida em todo o mundo, e o Brasil vem se consolidando como um dos maiores produtores globais dessa proteína. Com isso, é fácil concluir que a suinocultura tem uma grande importância econômica e social. Na ampla atuação do serviço, Novo Machado, vai dar sim, apoio às Micro e Pequenas Empresas no agronegócio, e a apicultura também vai ter uma atenção especial. Por várias razões: a cadeia produtiva envolve 350 mil brasileiros, a grande maioria de pequenos produtores, e a atividade gera renda e ocupação, ajudando a fixar o homem no campo. Agradeço a Alibem e a Maxbem por terem nos recebido e tenho certeza que vamos consolidar grandes feitos com essas parcerias em desenvolvimento”, finalizou Zezinho.

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter

últimas notícias

veja também

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Shopping Basket